Claudio Space

Por que viver é aprender!

Steve Jobs faz turnê contra o Flash

Posted by CLAUDIO ALVES em 26/05/2010


O Flash é realmente ruim ou há exagero nas críticas?

Veja as vantagens e desvantagens do HTML5 frente à tecnologia da Adobe

http://www.olhardigital.com.br/flashes/player_embed_wide?path_video=http://p.download.uol.com.br/olhardigital/PGM266/pgm266_cv_apple_adobe.flv&player_width=640&player_height=380&tipo_player=normal&titulo_video=OFlashérealmenteruimouháexageronascríticas?&current_url=http://olhardigital.uol.com.br/central_de_videos/video_wide.php?id_conteudo=11826&/APPLE+X+ADOBE?id_conteudo=11826

Quem acompanha o mundo de tecnologia deve estar sabendo do arranca-rabo entre Steve Jobs, o todo poderoso da Apple, e a Adobe. Tudo por causa do Flash. Traduzindo o perrengue: a Adobe criou o Flash, que o software responsável por boa parte das animações e dos vídeos que você vê na Internet. Só que o Steve Jobs proibiu a execução desse software nos dispositivos móveis da Apple. Ou seja, nada de Flash no iPhone, iPod Touch ou no iPad.

E você pode se perguntar: e eu com isso? Que diferença isso faz na minha vida? Bom, pode fazer se você tiver um aparelho desses da Apple. Alguns sites aparecerão assim: no lugar onde haveria um banner, por exemplo, um retângulo vazio. E os sites que são inteiramente construídos em Flash, com aquelas animações pesadonas?…. Bom, esses nem aparecem nas telas dos dispositivos da Apple. Aliás, não aparecem também nos smartphones que rodam Windows Mobile, por exemplo. Os vídeos do Olhar Digital ficam assim: sem nada.

E a briga continua. Steve Jobs já declarou guerra total ao Flash. E, recentemente, o coro ganhou o reforço da Microsoft. Dá para imaginar as duas empresas do mesmo lado da mesa?
Incrível, não. Pois as duas se uniram para criticar o Flash. Para ambas, o software é instável e é responsável por boa parte dos “paus”, tanto em PCs quando em Macs.

Veja o que dizem alguns programadores a respeito do assunto:

“Uma desvantagem é que você tem que ter uma ferramenta proprietária da Adobe, pagar por isso para ter legalmente. Não é um valor exorbitante, mas é necessário. E você tem a necessidade de ter o plugin do navegador em qualquer caso. No caso de telefones móveis, por exemplo, o iPhone, não tem como ter o plugin por conta de licenças da Apple, para poder disponibilizar isso no aparelho”, diz Anderson Arruda Casimiro, Programador 

Se a era do Flash está chegando ao fim, como serão os sites no futuro? Tanto Apple quanto Microsoft resolveram apoiar uma nova tecnologia para exibir vídeos e animações. Ela se chama HTML 5. As novas versões dos navegadores Safári e Internet Explorer 9 já vão estar adaptadas à nova linguagem.

“As vantagens; o resultados para os usuários seria não precisar de um plugin para assistir um vídeo no TouTube, você poder assistir um vídeo em qualquer navegador, celular, simplesmente com um a própria engeni que está pronta no navegador, ou mesmo música, sem nenhum tipo de plugin, o próprio HTML, a engine do HTML vai prover isso. Você ter um site mais rápido, sem a necessidade de plugin para renderizar determinados componentes ou facilidades que você venha a ter em um site”, diz Anderson Arruda. 

Bom, para nós simples usuários da Web, essa briga fica mais no terreno da curiosidade. Afinal, o que queremos é uma internet rápida, com belas animações e vídeos cada vez mais perfeitos. Se é nessa ou naquela tecnologia, na verdade… tanto faz! 



Steve tem ido a vários jornais e revistas dos EUA, tentando convencê-los a lançar versões para o iPad. E nesses encontros, anda descendo a lenha no Flash – ao visitar a redação do Wall St. Journal, ele teria dito que esse plug-é lento, trava muito e abre o computador pra vírus. Tudo verdade.

Mas também falou que o Flash está morrendo, e vai cair no esquecimento – junto com outras tecnologias que a Apple teria ajudado a enterrar, como o disquete 
e o CD de música (?). Não, Steve. O Flash não está morrendo, e a Apple não tem poder de matá-lo – o iPhone, muito mais popular do que o iPad jamais será, não roda Flash. Mas não acabou com ele. E mesmo que o HTML 5 seja um megasucesso, o Flash vai continuar conosco durante um bom tempo. 
Para o bem e para o mal.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s