Claudio Space

Por que viver é aprender!

MINHA HISTORIA

Em 2013 participei do TEDxLaçador e contei um pouco da minha história que está disponível neste vídeo:

01/01/1989  – 06:36am – Segundo minha mãe, foi um dia muito feliz para ela. Nesta data ela dava á luz a um menino que trazia alegria à um ano novo. Esse menino sou eu. Nasci no distrito de Pajeú em um município de cerca de 20 mil habitantes, chamado Araripe, interior do estado do Ceará. 

 

          Em busca de uma vida melhor , meus pais se mudaram para o Maranhão, de lá não tenho muitas recordações. Passamos pouco tempo, e logo nos mudamos para Macapá, capital do estado do Amapá, lembro de ter sido um bom lugar, mas lá não tínhamos boas condições para vivermos. Foi lá que nasceu meu irmão Clebson. Mais uma vez em busca de melhores condições de vida, mudamos novamente, desta vez para a cidade de Paragominas no Pará, lá que comecei a frequentar a escola, e tenho ótimas lembranças do primeiro contato com a educação, mas como sempre, meus pais não estavam satisfeitos com a vida que estávamos levando, então mais uma vez, vendemos tudo que tínhamos e partimos, nesta época, eu devia ter uns 9 anos, e o lugar que fomos foi Boa Vista, capital de Roraima, decididamente um ótimo lugar para morar, quando chegamos lá, ficamos na casa da nossa avó materna, que havia se mudado para lá alguns anos antes.

          Lembro de Boa Vista está em expansão, muitos bairros novos surgindo, e lembro do meu pai e minha mãe terem invadido, juntamente com outras pessoas, uma área para poderem construir suas casas. Lembro que foi difícil defender, até a polícia interviu, mas conseguimos permanecer. Lembro de termos construído nossa  casa desde o preparo do terreno até a construção, meu pai fez tudo sozinho, com as próprias mão, tenho muito orgulho dele.

       Em Boa Vista passei cerca de 8 anos, estudei todo meu ensino fundamental. Lá é um lugar um pouco isolado geograficamente, mas é uma cidade muito boa para se viver. Foi em Boa Vista que encontrei meu primeiro emprego, com 14 anos, trabalhei em um supermercado e fazia um curso profissionalizante paralelamente. Minha irmã mais nova, Claudia nasceu em Boa Vista.

          Ao passar dos anos, adivinha!? Meus pais mais uma vez queriam se mudar, desta vez, não sei bem qual foi o motivo, mas como sempre, vendemos tudo que tínhamos e  partimos para o Ceará, onde vive a maior parte da família da minha mãe. A viagem demorou cerca de 1 semana. Foram 3 dias de ônibus e 4 dias de Navio, uma viagem em tanto.

          No Ceará, optamos por viver em Juazeiro do Norte, uma cidade que mudou minha vida. Ao por os pés em Juazeiro, soube que realmente era para eu estar lá. Ao chegar na cidade, fui matriculado na escola MARIA AMÉLIA BEZERRA, a partir daí, tudo mudou.

          Quando dizem que a educação pode mudar a vida de um indivíduo, pode ter certeza que é verdade. Ironia do destino que tenha sido no interior do Ceará que eu tenha descoberto o poder da educação.
Embora com recursos escassos, como a maioria das escolas públicas brasileira, os professores incentivadores e um núcleo educacional muito competente e dedicado me mostrou que eu poderia chegar onde quisesse. Incentivavam a leitura, concursos escolares, projetos, feiras, enfim, todas as ferramentas necessárias para o desenvolvimento do aluno como cidadão.
          Lembro uma vez de ter participado de um concurso de redação a nível nacional, recebi muito apoio da escola, mas não fui bem, e mesmo assim continuaram me incentivando.
Bom, tive um ótimo ensino, na medida das possibilidades fornecidas pela escola.
      Enquanto fazia o ensino médio na escola, comecei a participar das atividades, me ofereci para cuidar do laboratório de informática, foi nesta época que conheci o computador. Foi amor á primeira vista, rsrss.
         Algum tempo depois, comecei a estagiar em uma loja de informática do shopping da cidade para ajudar nas despesas de casa, trabalhava como vendedor. Foi uma ótima experiencia, conheci ótimas pessoas, aprendi muito e cada vez mais abria meu horizontes de possibilidades. Esta experiência me fez entender que posso estar e ir onde desejar, pois jamais entrava em um shopping por achar que não era meu lugar, me sentir mal pelo que vestia…

Cariri Shopping – Juazeiro do Norte

          Ao conhecer o mundo por outros olhos, conhecer opiniões, histórias, pude ampliar meus horizontes e projetar meus sonhos e desejos cada vez mais longe, pois até então eu entendia que minha vida seria uma mera continuação daquilo que foi meu avô, meu pai… não que tenha sido ruim, mas com certeza poderia ser diferente, eu agora conseguia enxergar opções.
          Fiz a prova do ENEM ainda durante o ensino médio, lembro que tirei uma nota ruim, algo em torno de 56%, não fiquei triste, sabia que era o reflexo do que eu tinha aprendido nas precárias escolas do ensino público, mas não desisti; enquanto trabalhava, continuei estudando.
       No ano seguinte, eu já tinha terminado o ensino médio e estava só trabalhando, mesmo assim me inscrevi no ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio) de novo, já tinha amadurecido mais e tinha a experiência da primeira prova… Não desisti. Fiquei muito feliz, a minha nota desta vez foi 87%, mas aí foi só o começo!
        Que curso e faculdade eu iria fazer? Alguns meses antes enm tinha ideia do que era uma faculdade e muito mesnos que teria possibilidade de cursar uma. Tinha 18 anos e a vida já estavam me exigindo uma decisão destas.
       No final de 2007 me inscrevi no PROUNI (Programa Universidade para Todos) e fui selecionado para uma bolsa de estudos para cursar Administração de Empresas no IBMEC (Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais), mas o problema é que era em Minas Gerais, e não tinha dinheiro nem pra passagem, e acabei desistindo.
     Foi um período triste, pois tive uma oportunidade única e não pude aproveitar por falta de recursos, mas acredito tudo acontece em sua vida tem um propósito, refleti e percebi que o que eu realmente gostava e o que queria estudar era tecnologia. Vivia fascinado pelos feitos de alguns equipamentos eletrônicos, pelas melhorias que eles traziam para nossas vidas e pela conectividade que trazia, me fazia enxergar um mundo de possibilidades que até então nem em sonho imaginara.
        Mas uma coisa era certa, Juazeiro do Norte não era o lugar ideal para estudar tecnologia, lembro que na época nenhuma faculdade oferecia um curso de Computação. Decidi então “voar mais alto”, e sonhar com outras possibilidades.
     Eu sempre acreditei no meu potencial, sou um ser humano como qualquer outro, com as mesmas chances e possibilidades. Mas procurava manter os pés no chão (apesar de as vezes meu chão serem as nuvens), mas comecei a pensar na possibilidade de desbravar o mundo fora de casa.
     Decidi ir para fortaleza, sem conhecer ninguém, mas não consegui emprego e senti que iria desistir facilmente, então, em um momento de pura aventura decidi ir para São Paulo, onde tinha um conhecido, que já não via há muito tempo. Lembro que comprei a passagem com o pouco que me restava e lá fui eu enfrentar a jornada 3 dias de viajem de ônibus.
       Cheguei em São Paulo em março de 2008. Lembro até hoje do céu escuro com a poluição (até pensei que fosse chuva). Não tinha a mínima ideia de onde iria ficar, fui sozinho, digo, eu e meus sonhos.
       Lembro de ter chegado em uma sexta-feira, e na segunda já fui procurar emprego, meio perdido pela imensidão da megalópole. No mesmo dia consegui um emprego de vendedor na 25 de Março (rua de comércio popular) mas pela volatilidade decidi logo ir em busca de outra oportunidade, trabalhei como telemarketing.
        Me inscrevi no PROUNI novamente quando já estava em São Paulo. O resultado do PROUNI saiu no mês de junho, e adivinha só…. PASSEI, e como vêem abaixo, em primeiro lugar. Foi sem dúvida um dos momentos mais marcantes da minha vida, daqueles que você lembra a hora e o lugar que estava, cada segundo.
       Passei em uma ótima universidade: Universidade Mackenzie. Aproveitei cada minuto das aulas e da estrutura que era oferecida, foi muito complicado acompanhar as primeiras aulas, mas estava ali, em um lugar maior do que eu sonhei. Com minha nota poderia estudar Direito, Medicina, Engenharia e outros cursos tradicionais e bem valorizados, mas fiz o curso de Sistemas de Informação, que era meu desejo e sonho. Abaixo algumas imagens da Universidade.

Universidade Mackenzie


Voltando ao Ceará pra visitar a família
         Depois de mais de um ano sem ver a família, voltei em 2009 a Juazeiro do Norte. O reencontro foi muito bom, como estava mais maduro pude mostrar a meus irmãos como exemplo vivo, como podemos conseguir o que queremos, bastando para isto esforço dedicação e uma pitada de sorte do destino. Minha mãe e meu pai ficaram muito felizes. Fui na minha antiga escola falar com os alunos e contar um pouco da minha história, e me marcou muito os olhares e as expressões de surpresa e admiração que eu conseguia despertar, as mesmas que tenho quando escuto as pessoas que admiro.
Andando sobre os ombros de gigantes
        Ao voltar, decidi que queria trabalhar com a área que eu estava estudando. Aliás, esta é uma boa dica, trabalhe com o que você gosta que será muito mais feliz. Decidi concorrer a uma vaga na gigantesca e global IBM, é isso mesmo! Pra mim, nada é impossível. O processo seletivo da empresa durou 6 meses, e fui contratado!

Prédio da IBM onde trabalhei em São Paulo

        Trabalhar na IBM e é uma experiência indescritível. Você tem contato com pessoas de todo o mundo, lá dentro não há fronteiras (bem o que eu gosto!). E além do mais é uma empresa que te incentiva a crescer, a partir dela que entrei para o curso de inglês e espanhol para poder me comunicar com todo o mundo com mais facilidade.
Desafio Santander de Sustentabilidade

Incluo na minha história este momento. Participei neste ano de 2010 do Desafio Santander de Sustentabilidade, um desafio que convidou jovens de todo o Brasil para refletir e propor ideias e ações para uma sociedade mais sustentável. Sabemos que nossas futuras gerações sofrerão devido as nossas atitudes.
Fiquei surpreso quando soube que dentre as mais de 297 idéias, a minha foi selecionada entre as 15 semi finalistas. Propus uma comissão que gerencie e incentive e crie ações sustentáveis.  Agradeço ao professor Vilmar Votre do Mackenzie, que foi meu tutor no projeto. Para saber mais clique.
2011 – Uma Experiência Internacional
        Após mais de um ano de economia consegui realizar mais um sonho, fiz um intercâmbio na Argentina, passei um mês na terra “de los hermanos”. O objetivo da viagem era estudar intensamente a língua espanhola, me matriculei em uma escola para realizar um curso intensivo e me dediquei cada hora aos estudos. Conheci uma cultura muito diferente, onde os homens se cumprimentam com beijos e as pessoas tomam muito chá, “té” como chamam, mas que amam os brasileiros além da rivalidade do futebol. Nos dias que passei na Argentina, pude conhecer várias cidades, pessoas diferentes e fiz muitas amizades, abaixo verão as fotos das cidades que tive oportunidade de conhecer. Se você pensa em realizar algo que acredita ser impossível, Não desista.
 
2011 –  Uma equipe especial
        Neste ano de 2011 fui promovido na IBM, graças ao meu esforço e ajuda da minha equipe, líderes e gestores.  Agradeço em especial a cada um. Estou muito feliz com esta conquista que me dá mais força para ir mais longe em meus objetivos. Agora recebo novos desafios e estou pronto para crescer e desempenhar tudo o que posso, e aquilo que vou descobrir que posso.

 Comenda Paleta de Ouro

        Em 2011 tive a honra de receber da Escola maria Amélia (Juazeiro do Norte – CE), o reconhecimento dado àqueles que ajudam a escola. Mesmo deixando de ser aluno, sempre participei das atividades escolares, estudei durante os 2 últimos anos do ensino médio nesta instituição e agradeço a todos que participaram da minha educação. Atualmente mantenho vínculo através de doações de livros e realização de concursos culturais.

Comenda Paleta de Ouro – Uma honraria recebida da Escola Maria Amélia, Juazeiro do Norte – CE

Uma oportunidade Internacional… Não pude aproveitar…  : (

        Fui aceito para intercâmbio na Universidad de Valladolid (Espanha), após uma análise criteriosa, resolvi investir mais na minha carreira na empresa e concluir minha graduação aqui mesmo no Brasil. Estou certo que outras oportunidades vão surgir ao longo da minha carreira acadêmica.

Carta de Aceite da Universidade de Valladolid – Espanha

¿Hablas español?

Em Agosto de 2011 fiz a prova no instituto Cervantes para obter o diploma de conhecimento na língua espanhola (DELE), com muito estudo e esforço consegui obter o nível B2 (intermediário). Vou continuar estudando para me tornar fluente neste idioma que me encanta!

2012 – Trabalho de Conclusão de curso

         Foram 4 anos de esforço e aprendizado e neste semestre (junho de 2012) apresentei meu trabalho de Conclusão de Curso (TGI como é chamado no Mackenzie). Tive a honra de ser orientado pelo Profº Drº Vivaldo José Breternitz, que além de orientador é um grande amigo amigo. Agradeci pessoalmente à cada amigo que tornou-se irmão nesta jornada.

2012 – Formatura

        4 anos depois e aqui estou eu, passando por uma das maiores emoções da minha vida. Tive a sorte de poder trazer minha mãe e minha irmã para São Paulo e assim puderam testemunhar e me acompanhar neste momento.  Foi uma longa caminhada, mas ainda não parei, ainda há muita estrada para percorrer.

2012 – Intercâmbio Inglaterra

        Após mais de 2 anos de planejamento, consegui viajar ao tão sonhado intercâmbio. Meu principal objetivo é aprimorar o inglês, mas não posso ignorar s bônus que isso irá me proporcionar: conhecer novos lugares e pessoas, conviver com culturas diferentes, etc.

No momento que escrevo isto estou na Inglaterra, mas precisamente em Brighton, no meio da minha jornada, e posso dizer que está valendo cada noite de sono perdida, cada hora extra de trabalho.

2012 – Certificação Inglês

        Estou no meio da minha jornada mas já conquistei um grande objetivo, uma prova dos meus conhecimentos em inglês, confesso que fiquei surpreso, pois pra quem nunca fez um curso de inglês, eu aprendi bem rápido. Obtive o nível B1, que é considerado intermediário, o exame é elaborado pela Universidade de Cambridge,

2012 – Viajem pela Europa

         Aproveitando que estava estudando inglês na Inglaterra pude realizar mais este sonho, conhecer as cidades que são ricas em história, em culturas diferentes. Pude absorver muitas experiências interessantes, que modificaram completamente minha biografia.

cities

2013 – Pós Graduação

Sem dúvida a educação é a grande responsável por grande parte do que conquistei e irei conquistar, e entrar no curso de especialização em Docência no Ensino Superior é um grande passo na direção do sonho de compartilhar conhecimento e ajudar na formação de outras pessoas.

pós graduação UNIP

Amigos da pós graduação

2013 – TEDxLaçador

Este ano fui convidado para ser palestrante de um evento que muito admiro, foi um evento marcante pois fui convidado á falar sobre minha história permeando o tema do evento: “Desconstruindo Conceitos”. Tive que mergulhar profundamente e resgatar todas estas lembranças e mais ainda as aspirações que me fizeram chegar onde estou. O vídeo da minha apresentação está no início desta página, acima. Mais informações sobre o TEDxLaçador: http://www.tedxlacador.com

1044264_622250701132926_1433332801_n

2014 – As vezes há uma curva no caminho…

O final do ano de 2013 foi um tempo de reflexão, após mergulhar profundo em mim mesmo para falar no TEDxLaçador, comecei a me questionar em alguns sentidos, e descobri que havia algo que não estava no lugar em minha vida. Vários fatores me fizeram mergulhar em uma busca por algo que nem eu sei explicar.
Minha primeira decisão foi deixar a IBM. Sim meus caros, foi um sonho realizado trabalhar em uma das maiores empresas de tecnologia do mundo, cercado de profissionais de referência e amigos, aprendi muito e levarei na cabeça e no coração tudo e todos.

1512385_723782684313060_447828737_n

2014 – Índia e meu caminho

A Índia surgiu no meu caminho neste começo de 2014, e eu a abracei, como se abraça um amigo/parente que não se vê há anos. Esta parte do texto escrevo aqui da Universidade em que vim dar aula, como professor de Espanhol. Vim para viver 6 meses e foi a decisão certa, eu acredito.

Taj Mahal

Taj Mahal

Estar do outro lado do planeta me fez refletir e crescer ainda mais como pessoa, foram experiências incríveis, vividas a cada dia, com pessoas que marcaram vários momentos.

Oriente

2015 – Professor

Enquanto 2014 foi um ano de aprendizado, 2015 foi de ensino, quando tive oportunidade de compartilhar conhecimento com estudantes entusiasmados.

A primeira oportunidade foi como voluntário do programa “Inglês da Família” do Conselho Britânico, fui educador voluntário dando aulas de inglês em uma escola da periferia de São Paulo, foram momentos inesquecíveis:

11701151_1020464841311508_6811049923453652628_n

Programa “InglÊs da Família” do British Council, Escola José de San Martín, São Miguel Paulista – São Paulo – SP

Em seguida tive a oportunidade de ser professor da área de Tecnologia da Informação na Universidade Cruzeiro do Sul, dando aula para alunos do ensino técnico, mais uma experiência inesquecível que quero repetir!

choco

Turma de Técnico em Informática – PRONATEC da Universidade Cruzeiro do Sul, campus Liberdade.

Outro desafio de docência: eu comecei em 2015 a lecionar aulas de inglês e espanhol no Yázigi Penha, aprendo a cada dia com estes alunos dedicados e ávidos pelo conhecimento.

yazigi

Alguns momentos na Escola Yázigi Penha.

2015 – Volta pra IBM

Este foi um ano longo! Mas depois de pouco mais de 1 ano fora da IBM me candidatei novamente para uma vaga na Big Blue, fui aceito e voltei a trabalhar com a mesma equipe que trabalhei, como Engenheiro de Software, pense em uma pessoa feliz. Aqui tenho grandes colegas de trabalho e tenho chances de aprendizado todos os dias.

12112140_1074969035861088_4329028954956195608_n


Dentro do Hacka Truck, o caminhão da IBM que percorre universidades oferecendo infraestrutura e treinamentos para estudantes.

Bom, é isto. Minha história ainda está em construção, passei por momentos muito difíceis, afinal, “nem tudo são flores”, mas o que quero passar com minha história, é uma mensagem de esperança e otimismo para você leitor, vale apena o risco quando o que está tentando buscar é o seu sonho. Mas não faça nada por mero impulso, planeje seu atos na medida do possível, mas não se entregue quando ver barreiras, pois elas podem ser degraus para conseguir chegar mais alto!

11 Respostas to “MINHA HISTORIA”

  1. Larissa said

    Cláudio, parabéns pela história inspiradora! Siga em frente, ignore as “regras burras” .. grande abraço!

  2. Irineu said

    Cara ,espero que vc ainda leia este blog.
    Estava eu aqui meio pra baixo pq sou estagiario em help desk e comecei a desanimar em seguir nesta carreira pelo salario,eu trabalhava com comercio exterior e decidi mudar de carreira indo pra T.I.
    Estou na fase de receios,sera q fiz a coisa certa…e comecei a procurar cursos e relatos de professionals da area,e nem sei como Acabei aqui.
    Ainda bem,seu blog foi um tapa na minha cara,tudo pode dar certo desde que vc tenha vontade.
    Acho que eh isto que esta faltando comigo,e um pouco de paciencia.
    Gostei muito da sua determinacao,parabens

    • Obrigado pelo seu comentário Irineu, que bom que meu relato pode te apoiar de alguma forma. Não conheço toda sua história, mas o que posso afirmar é que em algum momento passamos por esta “crise” de carreira, e ainda mais você que fez uma mudança drástica de área. Esta sua iniciativa de pesquisar sobre a área, profissionais e cursos é muito importante, pois assim você conhece os desafios e skills que esta carreira exige de você.

      Agora que você deu o passo de mudar de área, procure se firmar, a área de TI é muito dinâmica e exige isso de você, é muito (muito mesmo) importante que goste do que você faz, não digo para amar ser analista de suporte, mas ame isto agora, pois é um degrau que vai te levar mais alto na carreira, seja uma esponja e absorva todo conhecimento que puder, o atual presidente da minha área começou no Help Desk, é um bom ponto de início.

      Paciência é realmente importante, porém a paciência só consegue ser mantida quando você tem um alvo e um plano definido. A área de TI possui diversos segmentos, é importante focar em uma macro-área e procurar desenvolver os skills exigidos por ela.

      Não quero que minha história seja um ‘tapa na cara’, considere um empurrãozinho neste momento de decisão, mas não se esqueça que a carreira é sua, e só você pode decidir como agir, mas como tudo na vida, deve-se tentar, se esforçar.

      Boa sorte e um grande abraço.

  3. Claudia Gama said

    Claudio, já te disse muitas vezes mas acho importante frisar novamente: te admiro imensamente por ser esse exemplo de brasileiro que não desiste perante as barreiras, que realiza os seus sonhos batalhando dia a dia, com este lindo sorriso no rosto e nunca esquecendo as origens. Não tenho dúvida que você tem e continuará a ter um futuro brilhante! Parabéns por ser essa pessoa maravilhosa! Esse tempo que trabalhamos juntos me ensinou muito a nunca desistir e a valorizar cada passo da vida e sempre seguir com garra! Felicidades sempre!

  4. Aparecida Leite said

    Cláudio, mais um parabéns,mais uma conquista sua, outras virão se DEUS quiser. Quero acompalhar cada uma,tenho usado seu exemplo para motivar outros jovens com origem parecida com sua.
    Acha importante você valorizar suas origens, faço o mesmo e me sinto muito bem,feliz… planta que não tem raiz cai e seca, não é?
    Acho o máximo suas viagens, aproveite muito bem todas que vierem.

    Um grande abraço.
    Aparecida Leite – Escola Maria Amélia- Juazeiro

  5. Andréa said

    Linda sua história,sua família,suas lutas,e mais bonita ainda sua força de vontade de correr atrás do que deseja,parabéns que DEUS continuie sempre te acompanhando,você merece,pois vejo que vc subiu vários degraus,mais não esqueceu de sua origem e nem de se manter sempre com humildade.

    • Obrigado Andréa, a origem é o ponto de onde começamos nossa história, sem raiz, a planta não sobrevive, por isso jamais esquecerei da base que me sustentou até aqui.

  6. Olga Maria Loiola Alencar de Sousa said

    Cláudio, fiquei feliz e curiosa, quando minha filha Daisyanne, que é diretora da Escola Dª Carlota Távora falou do presente que vc tinha mando.Pedí logo o seu contato. Pois fico feliz em lê uma história como a sua, quando nós colocamos Deus em nossa frente tudo se consegue.Para sua surpresa meu esposo é do Pajeú o nome dele é Francisco, mais só o chamam de :Chico de Rozinha ou Chico Viúvo.Vc não falou como é o nome de seu pai e de sua mãe, como também o de sua vó.Estou querendo saber pois conheço todos do município de Araripe.Vou divulgar sua história posso? Vamos ficar nos comunicando sim? Fica com Deus.Abraços

    • Olá Olga, obrigado pelas palavras. Meus pais e irmão vivem em juazeiro do Norte, já minha vó ainda mora aí no Pajeú, ela é conhecida como “Raimunda de Isael”.

      Fique á vontade para contar minha história, não por ser minha, mas por ajudar àqueles que não sabem que a educação e os sonhos podem nos transportar para longe, ou perto, mas acima de tudo pra felicidade.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s